Quatro dicas para ajudar amenizar os sintomas da menopausa

Menopausa é sinônimo de bagunça hormonal. Em geral, depois dos 35 anos as mulheres começam a sentir os primeiros sintomas do período do climatério. Mas se elas adotarem uma hora diária na rotina de exercícios, os sintomas podem ser reduzidos pela metade.

Adotar um estilo de vida mais saudável antes de chegar nesse período pode fazer com que as mulheres passem por ele de forma mais tranquila. Mas mudar o estilo de vida assim que os sintomas começarem também pode trazer benefícios importantes.

Mulheres da terceira idade apostam no balé para definir o corpo

Dieta Mediterrânea aumenta a longevidade

Alimentação correta previne Alzheimer, diz pesquisa

Calorão é a principal reclamação delas quando visitam o ginecologista. Isso acontece porque a diminuição da produção de hormônios faz o corpo entender de forma errada o recado sobre a temperatura do corpo.

– No início, ele acha que tem que esquentar, por isso as mulheres passam tanto calor, inclusive à noite. Insônia pode acompanhar os sintomas uma vez que o suor noturno afeta a qualidade do sono delas. Depois de um tempo, o corpo emite outro recado errado: ele não consegue manter uma temperatura agradável e se resfria. Então, elas passam a sentir mais frio – explica a ginecologista Carla Vanin.

Com a maturidade, as mulheres estão mais suscetíveis aos problemas cardíacos, hipertensão, osteoporose e câncer. Adotar um estilo de vida com alimentação saudável e exercícios físicos pode, além de melhorar a qualidade de vida durante o climatério, fazer com que elas não estejam no grupo de risco para desenvolver essas doenças.

– A falta de estrogênio aumenta os riscos de problemas no intestino, também. A reposição hormonal deve ser avaliada, mas só pode ser indicada quando os sintomas vasomotores atrapalham a qualidade de vida – aponta Carla.

Saiba quais são os primeiros passos para adotar uma vida mais saudável e passar pela menopausa de forma mais tranquila:

1. A dieta deve ter menos doces e mais frutas. Todo alimento que faça o processo de digestão ser mais lento e der mais saciedade é bom para a saúde das mulheres.

– O metabolismo nessa fase é mais lento, então a alimentação tem que respeitar o ritmo. Comer frituras e farinhas refinadas vão fazer o corpo andar ainda mais devagar e, como consequência, a gordura vai se acumular ainda mais no corpo – comenta a ginecologista.

A dieta tem que ter carboidratos e proteínas, mas de forma balanceada. O carboidrato que vem das frutas e verduras é muito melhor para o organismo do que os comuns, como o pão.

2. Diminuir a bebida alcoólica dimuinui os sintomas da menopausa, mas também faz o risco de diferentes tipos de câncer declinar também.

– As mulheres muitas vezes botam culpa nos hormônios, mas o álcool pode ser muito pior do que a falta de estrogêneo no corpo.

3. Investir nas vitaminas D e B12 de forma natural também faz bem para a saúde das mulheres. Os dois em níveis normais fazem a manutenção da saúde do sistema neurológico e têm relação direta com a massa óssea.

3. Se divertir com os amigos também deve ser feito no estilo de vida para diminuir os sintomas do climatério. A mudança hormonal pode fazer as mulheres se sentirem mais deprimidas e sensíveis. Fazer parte de grupos com pessoas na mesma faixa etária mantém a qualidade.

– Não é preciso fazer da vida uma festa diária. Ter uma atividade social, como um trabalho voluntário ou ginástica pode fazer com que esse sintoma passe despercebido – aponta a ginecologista.

4. Caminhe, use escadas ao invés do elevador, evite passar muitas horas sentada e pratique esportes de carga (como a corrida, a dança e a natação). Preservar a massa muscular e manter o peso estimula a formação óssea e reduz o risco de problemas cardiovasculares.

Bonus

Invista em um suplemento natural com base de amora para ajudar a aliviar os sintomas.

Deixe uma resposta